AGROPECUÁRIA CONCURSOS COTIDIANO CULTURA ECONOMIA EDUCAÇÃO ESPORTE EVENTOS JUSTIÇA MEIO AMBIENTE POLÍCIA POLÍTICA REGIÃO SAÚDE SOCIEDADE
 
12/11/2018
ARTIGOS & OPINIÃO
Eu sou além do meu corpo
FATIMA CRISTINA
Pedagoga (2012/2015) – com experiência com educandos especiais e regência em sala de aula.
 
 

COMPARTILHAR  

Era com vergonha que eu olhava para mim, não me sinto “eu” ainda, luto para me sentir bem, mas acima de tudo saudável. Se não está satisfeita com seu corpo busque sua melhor versão, você já se acomodou tempo suficiente para perceber que a cada ano que passa você adquire mais peso e tem mais problemas relacionados a obesidade, busque solução a longo prazo, dê o primeiro passo, saia da zona de conforto, se dê uma chance de ficar bem consigo mesma de ter mais saúde, escolha um estilo de vida e siga nele que os resultados virão.

O corpo perfeito você já tem, um rosto lindo, com olhos expressivos, belos quadris, um sorriso brilhante, não busque padrões de crueldade que impõem o que é bonito ou feio, comece gradativamente, pois o tempo vai passar de qualquer jeito e se reeducando você estará evoluindo. Enquanto estiver nesse processo, não se esconda, não se limite, não se diminua pelo seu corpo, não tenha vergonha de ir a academia ou praticar algum esporte em público. Se gosta de roupa florida, colorida, macacão jeans, mini saia vista, vista tudo o que gosta, você é muito além disso, não se prive porque a sociedade diz que não lhe cai bem, você é linda do jeito que é, e com a roupa que gosta certamente estará mais feliz.

Não deixe de ir naquele casamento por causa do corpo, ou então não fique adiando seu sonho de se casar na igreja com “chuva de arroz” pra não ficar feia no vestido, não deixe de ir a praia, de fazer sua tão sonhada tatuagem nas costelas, tire fotos, aliais faça uma sessão fotográfica, você continua sendo sexy, tenha um ou mais filhos, não deixe que o ponteiro da balança e a sociedade te impeçam de viver sua vida com plenitude.

Quando se decide fazer a reeducação alimentar, dieta, regime é típico vir as críticas sobre a alimentação que está praticando: você vai desmaiar, vai morrer, não pode fazer isso, toma vinagre com mel em jejum, come pimenta que tira a fome, ou limão com alho em jejum, etc... Lembre-se que ninguém tem interesse em saber desse seu “chá milagroso”, deu certo pra você ótimo, continue, mais deixe quem está evoluindo a seu modo prosseguir, com certeza esse desejo de mudança partiu de dentro da pessoa e não desses palpites e opiniões infundadas.

Todos nós queremos estar bonitas, não tem nada de errado em ir para academia ou em estar insatisfeita com seu corpo, o que é errado é condicionar isso a sua felicidade, errado é guardar momentos para quando estiver magra, sendo que a vida está passando e pessoas não são eternas e até mesmo você não é, talvez esses momentos não farão mais sentido quando de fato você se sentir bem fisicamente, tire tempo para você, pratique uma atividade física que goste, faça com que as pessoas sintam se amadas, tire tempo para estar em família e entre amigos, faça a diferença, faça o bem, seja o amor.

 

 

 


Últimas Notícias
 
Caio Lima explica porque Caiapônia não terá desfile de 7 de setembro
 
Ação do cadastro único acontecerá em assentamento no município de Caiapônia
 
Novo delegado de Caiapônia deverá ser nomeado ainda neste semestre

© 2018. Todos direitos reservados a Folha de Caiapônia. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.