AGROPECUÁRIA CONCURSOS COTIDIANO CULTURA ECONOMIA EDUCAÇÃO ESPORTE EVENTOS JUSTIÇA MEIO AMBIENTE POLÍCIA POLÍTICA REGIÃO SAÚDE SOCIEDADE
 
31/01/2019
ARTIGOS & OPINIÃO
BR-158: Uma estrada de terra com pedaços de asfalto
GUINTHER JUNIOR
Radialista (DRT/GO 4834), apresentador de rádio e tv, repórter e proprietário do site www.folhadecaiaponia.com.br
 
 

COMPARTILHAR  

Em novembro de 2018 realizei uma reportagem sobre a BR-158, trecho entre Jataí e Piranhas, que passa por Caiapônia. Na época estava repercutindo o levantamento feito pela Confederação Nacional do Transporte, que considerou o trecho o segundo pior do país.

Dois meses se passaram desde que fiz a reportagem, e o que posso afirmar é que os buracos cresceram e tiveram filhotes. Os buracos são verdadeiras armadilhas que podem causar acidentes.

Seria cômico se não fosse trágico, a BR-158 até Aragarças é uma estrada de terra com pedaços de asfalto. Motoristas trafegam na contramão e pelo acostamento para evitar acidentes ou danos aos veículos, é um verdadeiro zigue-zague pela rodovia.

 

 

 


Últimas Notícias
 
Acaba nesta sexta-feira o prazo para trabalhadores sacarem o PIS
 
Polícia prende terceiro suspeito de envolvimento com latrocínio em Caiapônia
 
Inscrições para o FECAPOC começam em 1º de julho

© 2018. Todos direitos reservados a Folha de Caiapônia. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.